Gestão de TI com TaaS: Benefícios e vantagens da terceirização tecnológica para sua empresa

Você sabe como a gestão de TI com TaaS pode transformar sua empresa?

O Tech as a Service, ou Tecnologia como Serviço, é um conceito que envolve terceirizar a parte de gestão de TI e a solução ideal para as empresas que precisam de suporte especializado para essa área. 

A contratação desses serviços já é realidade para muitas empresas que desejam aprimorar suas operações em TI e ganhar uma série de vantagens que iremos explicar a seguir.

Siga com a gente nesse blog para entender como a gestão de TI com TaaS pode proporcionar acesso a tecnologias avançadas, agilizar a implementação de soluções digitais e aprimorar o crescimento do seu negócio.

Diferenças entre TaaS e os modelos tradicionais de gestão de TI 

Até aqui você pode ver que o TaaS vem se destacando no crescimento nos negócios. De acordo com dados do Índice Global de Adoção de Tecnologia (GTAI 2015) anual da Dell, disponibilizado pela Forbes, empresas que adotam Big Data e nuvem crescem 53% mais rápido do que as que não o fazem.

Agora precisamos citar que o TaaS é útil em cenários que mudam o tempo todo, como o mercado tecnológico, em que constância e mão de obra qualificada são essenciais para garantir uma vantagem competitiva. 

Sendo assim, o Tech as a Service e os modelos tradicionais de gestão de TI se diferem em vários aspectos:

Modelo de implementação

TaaS: As operações são terceirizadas para um fornecedor especializado que oferece serviços por assinatura e sob demanda, como descrito anteriormente. As empresas contratam esses serviços conforme necessário.

Tradicional: As organizações contam apenas com as equipes internas em relação a testes e infraestrutura. Todos os recursos necessários para testes são geridos internamente, sem a possibilidade de uma expertise especializada.

Custos

TaaS: São baseados no uso, aluguel ou assinatura, permitindo que as empresas paguem apenas pelo que usam. Dessa forma, é possível obter economias significativas, especialmente para empresas que não precisam de testes constantes.

Tradicional: Os custos são fixos e podem ser altos devido à necessidade de manter uma equipe permanente, investir em ferramentas e infraestrutura.

Flexibilidade e escalabilidade

TaaS: Oferece alta flexibilidade e escalabilidade. Logo, as empresas podem aumentar ou reduzir rapidamente a quantidade de serviços e equipamentos com base nas necessidades.

Tradicional: A escalabilidade é limitada pela capacidade da equipe interna e pela infraestrutura disponível. Aumentar a capacidade pode requerer contratações e investimentos adicionais.

Expertise 

TaaS: Contam com equipes especializadas com ampla experiência para fazer a mais completa gestão de ativos e equipamentos para que você tenha confiança e possa passar credibilidade com a sua empresa.

Tradicional: Expertise é limitada ao conhecimento da equipe interna, que pode variar significativamente e não cobrir todas as áreas necessárias.

Foco no Core Business

TaaS: Permite que as empresas se concentrem em suas atividades principais, bem como delegar a gestão de TI a especialistas externos.

Tradicional: As atividades de teste demandam recursos e atenção internos, o que pode desviar o foco do core business da empresa.

Infraestrutura

TaaS: A infraestrutura para a gestão da tecnologia é gerida pelo fornecedor, responsável por mantê-la atualizada e eficiente.

Tradicional: A empresa precisa investir e manter a infraestrutura de TI, o que pode ser caro e exigir atualizações frequentes.

Rapidez na implementação

TaaS: Uma grande vantagem desse modelo é a facilidade da sua implementação, devido a terceirização da equipe e da gestão, permitindo que as empresas iniciem logo nas primeiras semanas a utilização dos serviços após a contratação.

Tradicional: A implementação de novos processos pode ser demorada devido à necessidade de recrutamento, contratação e capacitação interna, bem como treinamento e configuração de infraestrutura.

Inovação e atualização

TaaS: Os provedores estão sempre atualizados com as novas tecnologias e buscam adotar o melhor delas para o dia a dia do seu negócio, entregando custo benefício.

Tradicional: Por outro lado, aqui a adoção de novas tecnologias pode ser mais lenta, dependendo do orçamento e da capacidade de treinamento da equipe interna. Além disso, pode não se ter um direcionamento claro do que vale ou não obter aquilo para o negócio.

Em resumo, o TaaS oferece uma abordagem mais flexível, econômica e especializada em comparação com os modelos tradicionais de gestão de TI, que requerem maior investimento em recursos internos e podem ser menos adaptáveis às mudanças rápidas do mercado.

Conheça os benefícios da Gestão de TI com TaaS para o seu negócio:

Redução de Complexidade

Com o TaaS, essas necessidades de uma grande infraestrutura acabam sendo eliminadas, pois os fornecedores de TaaS utilizam seus próprios sistemas de gestão, liberando a empresa da necessidade de manutenção e atualização contínua desses recursos.

Além disso, profissionais qualificados são escassos e caros,  mas o TaaS possibilita o acesso a especialistas experientes de mercado como o know how da Helyo, sem a necessidade de recrutamento e treinamento, reduzindo a carga sobre a equipe interna de TI.

Vantagens da Gestão de TI com TaaS 

Como vimos até aqui, o TaaS é um modelo de serviço de forma terceirizada, em que as empresas contratam fornecedores especializados para ajudar na gestão de TI. Dessa forma, é possível obter vários benefícios e vantagens competitivas que vamos mostrar a seguir.

Redução de custos: Adquirir novos equipamentos e treinar a equipe interna com o objetivo de aprimorar suas operações em TI, traz muitos custos.  

Por meio do TaaS é possível economizar recursos ao não precisar manter uma equipe interna ou infraestrutura, pagando somente pelos serviços e equipamentos que utilizar.

Acesso a expertise avançada: Essa é uma ligeira vantagem competitiva, pois no mercado de TI é necessário constância e qualidade. 

Nesse modelo, as empresas podem aproveitar a experiência e conhecimentos especializados dos provedores, que possuem ampla vivência no mercado e são referência, como a Helyo – líder em qualidade de tecnologia há mais de 40 anos no mercado de TI.

Escalabilidade e foco no Core Business: Permite que os negócios escalem suas atividades, sem as limitações de capacidade interna. 

Assim, o time pode concentrar seus esforços em outras atividades para a empresa, deixando os testes de hardware e software para especialistas.

Flexibilidade: Por meio do TaaS é possível ter acesso a diversos tipos de equipamentos e serviços, que desempenham níveis de segurança, entre outros, adaptando-se às necessidades específicas do projeto.

Segurança e Compliance: Recapitulando o que dissemos até aqui, os provedores são especialistas em identificar e mitigar vulnerabilidades de segurança em aplicações. 

Através de sistemas de gestão e conhecimento técnico é garantido que possíveis falhas sejam detectadas e corrigidas – além de garantir segurança de dados contra acessos não autorizados.

Gestão de TI com o TaaS e o impacto na inovação das empresas

Nesse artigo você pode ver como o TaaS (Tech as a Service) pode impactar positivamente na gestão de ativos de TI do seu negócio.

Para grandes empresas, o TaaS oferece vantagens significativas em termos de economia de escala. Assim, grandes corporações podem reduzir custos unitários e aproveitar descontos associados a compras em volume.

No entanto, para pequenas e médias empresas também acaba sendo vantajoso, pois permite que elas expandam suas operações de forma sustentável, sem se preocupar com a obsolescência de equipamentos ou a necessidade de grandes atualizações tecnológicas.

Logo esse modelo traz inovação e diferenciação para todas as empresas. Se quiser entender mais sobre como o TaaS impacta no crescimento empresarial e inovação, não deixe de acessar esse outro blog aqui.

Agora se você quer ver a sua empresa alavancar o nível das suas operações, de forma descomplicada e eficiente, conte com a Helyo nesse processo. 

Nossa missão é oferecer tecnologia como serviço, com soluções práticas, eficientes e intuitivas, para que você atinja sempre os melhores resultados. O que falta para você viver tudo isso? 

Como garantir o alto desempenho da sua equipe de tecnologia com a gestão do Outsourcing de TI

O Outsourcing de TI ocorre quando uma empresa contrata serviços de tecnologia da informação (TI) de terceiros, em vez de realizar essas atividades internamente. Isso inclui desde suporte técnico até a gestão completa de hardware.

Ao adotar essa abordagem, é possível ter acesso a uma expertise especializada, reduzir custos operacionais, focar nas principais competências do seu negócio  e adaptar-se mais facilmente às mudanças no mercado de tecnologia.

Quando falamos de operações tecnológicas é importante garantir que a infraestrutura de TI seja otimizada para o máximo desempenho e eficiência da empresa. 

Ao terceirizar serviços de TI, as organizações podem acessar especialistas qualificados e recursos adicionais, permitindo que suas equipes internas se concentrem em projetos estratégicos e atividades que agregam valor e inovação corporativa.

 

Compreendendo a gestão do outsourcing de TI

Como foi dito anteriormente, a gestão do outsourcing de TI é o processo de delegar tarefas de tecnologia da informação a terceiros ou fornecedores externos. 

Essa prática impulsiona o desempenho da equipe ao estabelecer metas claras, define processos claros e eficientes, garante acesso às mais recentes tecnologias do setor, traz diferencial competitivo e ainda reduz custos. Tudo o que um gestor de TI precisa. 

Se você deseja compreender detalhadamente cada benefício obtido com essa abordagem, confira esse material aqui.

 

Estratégias eficientes para a gestão do outsourcing de TI

Selecionando provedores de serviços de gestão de outsourcing de TI

A seleção de provedores de gestão do Outsourcing de TI é de extrema importância para o sucesso operacional da sua empresa. 

O primeiro passo é selecionar um provedor com experiência comprovada. Pergunte sobre fornecedores e fabricantes de equipamentos, certificações, e experiência prévia em projetos semelhantes. É necessário que ele tenha expertise para lidar com as necessidades do seu negócio. Não deixe de tirar todas as dúvidas. 

A segurança dos dados é fundamental, pois ataques cibernéticos são muito perigosos. Por isso, priorize empresas que tenham rigorosos protocolos e que estejam em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

O suporte ao cliente também é de suma relevância para entregar um bom trabalho. Existe uma equipe experiente? Como são os tempos de resposta em caso de problemas ou dúvidas? De que forma é realizado o atendimento? Avaliações de clientes anteriores e análises de mercado podem fornecer informações valiosas sobre a qualidade dos serviços.

Por último, mas não menos importante, o custo também deve ser considerado. Encontrar um equilíbrio entre qualidade e investimento é essencial, garantindo que o provedor ofereça um excelente valor pelo investimento realizado.

 

Elaboração de Contratos de Nível de Serviço (SLAs) 

Os contratos são uma parte essencial para garantir a eficácia e a transparência nas relações entre clientes e provedores de serviços, especialmente no contexto da gestão do outsourcing de TI. 

Esses acordos estabelecem expectativas claras e definem os padrões de desempenho que devem ser alcançados.

 A importância dos SLAs pode ser destacada em várias áreas:

  1. Esclarecimento de expectativas: Os SLAs ajudam a alinhar as expectativas entre o cliente e o provedor de serviços, definindo claramente os serviços a serem fornecidos, os prazos de entrega e os critérios de qualidade. Isso ajuda a evitar mal-entendidos e conflitos no futuro.
  2. Garantia da qualidade do serviço: Esses contratos estabelecem padrões de desempenho que devem ser atendidos. Isso ajuda a garantir a qualidade e consistência dos serviços prestados, permitindo que o cliente avalie o desempenho do provedor de forma objetiva.
  3. Medição de desempenho: É importante definir métricas mensuráveis para avaliar a atuação do trabalho realizado, de forma que possibilite o cumprimento de todos os termos do contrato e ajustes, se necessário. 
  4. Responsabilidade para ambos os lados: Os SLAs atribuem deveres para o cliente e o provedor de serviços, promovendo transparência e a prestação de contas, garantindo que as duas partes cumpram suas obrigações contratuais.
  5. Resolução de conflitos: Em caso de divergências, os contratos fornecem uma base para resolver questões, especificando o que fazer caso não sejam seguidos à risca os termos do contrato. Isso ajuda a evitar litígios prolongados e custosos entre as partes.

Em resumo, os Contratos de Nível de Serviço (SLAs) fornecem uma estrutura clara para estabelecer expectativas, medir o desempenho e resolver conflitos – visando ofertar e receber serviços de alta qualidade e alinhados com as necessidades determinadas. 

 

Melhores práticas para maximizar o desempenho

Implementação de parcerias estratégicas

Para aumentar o desempenho da implementação de parcerias estratégicas de Outsourcing de TI, é fundamental adotar práticas que ajudem a garantir o sucesso da colaboração entre a empresa e o provedor de serviços, como:

Foco na inovação tecnológica 

A introdução de novas tecnologias ou a melhoria das existentes pode ser uma tarefa complexa e desafiadora para as empresas, especialmente quando não possuem o conhecimento especializado necessário internamente. 

Nesse cenário, os fornecedores de Outsourcing de TI desempenham um importante papel ao oferecer expertise especializada e recursos adicionais para facilitar o processo de inovação e aprimoramento tecnológico.

Uma das principais vantagens de contar com o know-how especializado é contar com equipes de especialistas altamente qualificados, com experiência em uma ampla gama de tecnologias, plataformas e metodologias.

Outro benefício significativo é a capacidade de acelerar o processo de implementação de novas tecnologias. Os fornecedores podem ajudar os negócios a reduzirem o tempo de desenvolvimento e implementação, minimizando os riscos e garantindo uma transição suave para as novas soluções tecnológicas.

 

Garantia de segurança da informação e compliance 

 

O Outsourcing de TI desempenha um papel fundamental na conformidade regulatória das empresas, fornecendo expertise especializada, recursos avançados e uma abordagem proativa para lidar com desafios de segurança que podem vir a surgir. 

Ao trabalhar com provedores de gestão de outsourcing de TI confiáveis e experientes, as organizações podem melhorar sua postura de segurança e garantir conformidade com as regulamentações aplicáveis, reduzindo assim os riscos e atuando legalmente no mercado.

 

Análise de custo-benefício do Outsourcing de TI 

Esta análise determina se os benefícios desse serviço superam os custos associados à contratação. Aqui estão alguns aspectos importantes a considerar:

 

Navegando pelos desafios do outsourcing de TI

Identificação de riscos e soluções

A gestão de riscos associados ao outsourcing de TI é uma preocupação para as empresas que dependem de serviços terceirizados para suas operações de tecnologia da informação. 

Uma das primeiras etapas é realizar uma avaliação abrangente dos riscos de segurança cibernética, como violações de dados, ataques de malware e falhas de segurança. Também é necessário se atentar à conformidade regulatória, como o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e outras regulamentações locais e internacionais.

Após isso, é importante implementar medidas de proteção adequadas para reduzir sua probabilidade e impacto. Medidas como a realização de auditorias de segurança cibernética regulares, implementação de controles de acesso e autenticação, criptografia de dados sensíveis e adoção de práticas de gestão de identidade e acesso (IAM) robustas.

 

Superando obstáculos na integração de sistemas 

A integração de sistemas na gestão de Outsourcing de TI pode apresentar muitos desafios, mas que com uma abordagem estruturada e cuidadosa, podem ser superados. 

O primeiro ponto é esclarecer uma comunicação clara com todas as partes envolvidas, garantindo o alinhamento ideal com os objetivos, prazos e detalhes. 

Realize testes abrangentes e validação dos sistemas integrados antes de colocá-los em prática. Isso ajuda a identificar e corrigir quaisquer problemas ou falhas antes que afetem os processos de negócios. Os testes devem incluir cenários de uso realista e simular condições adversas para garantir a robustez e confiabilidade dos sistemas integrados.

O monitoramento de desempenho dos sistemas integrados deve ser constante. Não deixe de coletar feedback das partes interessadas e identificar oportunidades de melhoria ao longo do tempo.

 

Manutenção da comunicação efetiva com provedores de serviços

É importante ter ciência que os processos vão mudar, sendo essencial implementar uma estratégia de gestão eficaz para uma transição suave e minimizar a resistência dos funcionários. 

Para isso, promova uma colaboração entre as equipes internas e externas, compartilhando informações importantes e propondo resoluções de problemas em conjunto.

Um planejamento adequado auxilia a identificar os recursos necessários e a elaborar um plano de ação realista e bem estruturado, que pode ajudar a minimizar os atrasos e evitar problemas durante a integração.

Tenha acordos muito bem realizados e uma conversa diária. Isso significa saber do andamento de cada demanda de perto e tirar dúvidas sempre que preciso para que as coisas saiam como foram planejadas.

 

Conclusão 

 

Nesse artigo você pode ver como a gestão do Outsourcing de TI pode ser uma decisão estratégica para a sua empresa. 

Contudo, Esse tipo de gestão desempenha um papel crucial na garantia do alto desempenho das equipes de tecnologia em uma empresa. Possibilita que o seu negócio possa ter acesso a uma expertise especializada, redução de custos operacionais, melhora na eficiência profissional e facilidade na adaptação das mudanças no mercado de tecnologia.

Não deixe de entrar em contato com a Helioprint. Contamos com uma equipe de profissionais especializados, que podem te orientar sobre a implementação de uma gestão de Outsourcing de TI eficaz.